As 4 principais diferenças entre auditoria fiscal e tributária

As 4 principais diferenças entre auditoria fiscal e tributária

Apesar dos conceitos parecidos e da importância de ambas na empresa, auditoria fiscal e tributária não são a mesma coisa. Entender quais são as atividades de cada uma é necessário para a otimização das rotinas do negócio, já que existem diversas burocracias, processos internos e obrigações legais que precisam ser realizadas adequadamente.

Quando o empreendedor consegue separar o papel executado por cada uma e aproveitá-las de forma eficiente, consegue melhorar as operações, integrar os setores e demais ações que contribuirão diretamente para o crescimento saudável da instituição.

Pensando nisso, elaboramos este texto para mostrar as principais diferenças entre auditoria fiscal e tributária. Confira!

1. Atividades realizadas

A função da auditoria fiscal é avaliar o pagamento dos tributos feitos pela companhia, encontrar estratégias legais para diminuir a carga fiscal e identificar se existe alguma vantagem que não está sendo aproveitada.

Em alguns locais, recebe as mercadorias e confere as notas ficais, os registros no sistema e como andam as anotações sobre as movimentações de estoques, relatórios financeiros para pagamento, livros de apuração, escrituração em dia e demais tarefas.

A auditoria tributária é responsável por garantir o funcionamento do negócio por meio da avaliação das atualizações que influenciam nas atividades executadas, por exemplo, alterações nas taxas, mudanças na lei, cumprimento de todas as obrigações, entre outros.

Também é atribuído ao auditor a elaboração de um planejamento tributário adequado à situação real da empresa, buscando o enquadramento no regime adequado e a diminuição dos gastos desnecessários com pagamento de impostos.

2. Obrigações acessórias

auditoria fiscal ou tributaria

As principais obrigações acessórias da auditoria fiscal são:

  • averiguação dos dados cadastrais dos fornecedores perante ao Fisco;
  • escrituração fiscal;
  • conferência da entrega das informações no Sped Fiscal;
  • análise da documentação fiscal, lançamentos, emissão de notas fiscais, entre outros.

Entre as principais obrigações da auditoria tributária estão:

  • controle dos prazos para pagamento dos impostos;
  • auxílio no registro contábil das provisões tributárias;
  • ajuda na apuração e registro do lucro tributável;
  • pesquisa acerca de várias opções para a redução da carga fiscal;
  • identificação do regime tributário ideal
  • análise dos impostos pagos e identificação de eventuais erros que possam causar suspeitas de fraude ou sonegação etc.

3. Apuração de tributos

A auditoria fiscal é responsável pela apuração de impostos, como o IPI, ISS, ICMS, ICMS-ST. Já a auditoria tributária, além de apurar os tributos da esfera federal, estadual e municipal, também é responsável pela verificação do preenchimento das guias para pagamento.

4. Formas de atuação conforme o porte da empresa

Nas empresas de pequeno porte é possível encontrar um profissional exercendo as duas funções. Contudo, quando a instituição se expande, a estrutura organizacional sofre alterações e o setores começam a ficar mais especializados, surgindo a divisão do departamento entre fiscal e tributário.

Nesse caso, a auditoria fiscal vai tratar das atividades mais operacionais, analisando o cumprimento das obrigações enviadas ao Fisco, enquanto a auditoria tributária cuidará das práticas mais estratégicas, criando maneiras de obtenção de benefícios fiscais, diminuição de custos, recuperação de valores de impostos pagos desnecessariamente etc.

As auditorias fiscal e tributária são essenciais para que a companhia consiga cumprir com todas as obrigações que envolvem um negócio. A melhor forma de fazer isso é integrando essas funções para que os processos organizacionais desenvolvam de maneira natural, garantindo a reunião de informações precisas e úteis para as tomadas de decisões.

Gostou deste post sobre auditoria fiscal e tributária? Então, aproveite sua visita e confira 8 maneiras de regularizar a situação fiscal da empresa e conheça mais sobre o assunto!



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale com a gente